Posts

Podcast Introvertendo conversa com adolescente aprovado em vestibular - episódiio 46 - Revista Autismo

Podcast Introvertendo conversa com adolescente aprovado em vestibular

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Lançado excepcionalmente numa segunda-feira, o novo episódio do podcast Introvertendo se chama “Um papo com Enzo Grechi” e trata-se de uma conversa com o adolescente de 14 anos Enzo, que foi aprovado num curso de graduação e conseguiu cursar o ensino superior com o aval da Justiça.

O episódio também se diferencia da maior parte do conteúdo do Introvertendo por não trazer, desta vez, uma figura diagnosticada com autismo em seu material. Grechi possui altas habilidades e, no diálogo, falou sobre seu processo escolar, além de outras questões, como seus gostos culturais.

O episódio está disponível para ser ouvido em diferentes plataformas, como o Spotify, iTunes, Google Podcasts, e também no canal do YouTube do Introvertendo. Neste último caso, também há uma versão alternativa do episódio sem músicas de fundo, feita especialmente para autistas com sensibilidade auditiva.

Inclusão profissional sob a ótica dos direitos humanos

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Coluna: Trabalho no espectro

Atualmente, segundo dados internacionais, temos uma prevalência do diagnóstico de autismo de 1 para cada 59 pessoas que nascem. Estima-se que, no Brasil, sejam mais de 2 milhões de pessoas com autismo. Estudos da Inglaterra e Espanha apontam que mais de 80% das pessoas dentro do espectro do autismo estão desempregadas.

Para lidar com esta realidade, é importante que existam programas de formação em diversas áreas e que se desenvolvam habilidades técnicas — e também sociais — para as pessoas com autismo, com vistas à sua inclusão no mercado de trabalho.

Em 3 anos de atuação no Brasil, a Specialisterne contribuiu com a inclusão de mais de 70 pessoas, das 90 que foram formadas. Hoje, temos 50 consultores em TI contratados, realizando tarefas administrativas, testes e desenvolvimento de software e programação, em importantes parceiros e contribuindo para a criação de projetos neurodiversos nas empresas brasileiras.

O tema da inclusão profissional das pessoas com autismo deve fazer parte da agenda corporativa de valorização da diversidade, seja pelo respeito às singularidades humanas, seja pela valorização da diversidade de talentos e potencialidades.

Estamos felizes em compartilhar aqui histórias de sucesso. Até a próxima edição.