Posts

Policial que agrediu autista é condenado a pagar indenização

Policial que agrediu autista no Reino Unido é condenado a pagar indenização

Tempo de Leitura: < 1 minutoEm janeiro de 2020, um vídeo de um policial agredindo um autista de 10 anos numa escola para pessoas com deficiência do Reino Unido viralizou. Em agosto deste ano, Christopher Cruise, de 57 anos, participou de uma audiência disciplinar e foi multado e condenado a pagar taxas de multa e indenização pela atitude.

De acordo com a revista Crescer, a família não ficou satisfeita com a decisão e acreditam que a punição deveria ser maior. “Acho que ele deveria ter sido preso. A sentença dele foi tão branda. Ele é um valentão, isso é tudo que ele é, apenas um valentão”, afirmou um parente.

Rapper autista é assassinado a facadas na Espanha; polícia investiga caso

Tempo de Leitura: < 1 minutoLittle Kinki, um rapper e intérprete de reggaeton autista de 18 anos, foi assassinado em Madrid, capital da Espanha, no dia 14 de julho. O jovem foi morto a facadas ao sair de casa para gravar um videoclipe. A polícia investiga o caso, e há suspeitas de que membros de uma gangue da região tenham sido os autores do crime.

De acordo com o jornal espanhol La Razón, Kinki recebeu um diagnóstico precoce de Síndrome de Asperger e se desenvolveu bem nas funções sociais, especialmente a partir de seu interesse pela música. O jovem morava com a mãe e participava de batalhas de rap em sua região, e chegou a lançar alguns singles como artista solo.

Um dos amigos do músico relata que, na ocasião do assassinato, Kinki saiu de casa para gravar um videoclipe, e fez uma ligação. Pouco tempo antes do crime, o rapper teria dito por telefone que “eles estão me seguindo, mano”. A polícia descarta a hipótese de assalto, já que o jovem não teve pertences roubados, e suspeita que a gangue Dominicans Don’t Play esteja por trás do ato.

A mãe de Little, Mari Ángeles Tirado, participou de um ato em homenagem ao filho juntamente com músicos e amigos do rapper. A cerimônia ocorreu próximo ao Arco de la Victoria, com o acender de velas e discursos em memória de Little Kinki.

Jovem autista é acusado de roubo no Reino Unido e caso provoca protestos

Tempo de Leitura: < 1 minutoOsime Brown, um jovem autista de 22 anos, foi acusado de roubar o celular de um amigo, foi preso e condenado a 5 anos de prisão por roubo. Brown e outros amigos negaram o crime. No entanto, o governo britânico cogitou deportá-lo para a Jamaica, de onde saiu com sua mãe. A decisão gerou uma onda de protestos no país, segundo o The Guardian.

Além do autismo, Osime também tem problemas cardíacos e é diagnosticado com depressão e transtorno de estresse pós-traumático. Sua mãe, Joan Martin, se mobilizou para que o filho não fosse deportado, com a justificativa de que Brown é inocente e não teria uma rede de apoio em seu país natal pelas questões de deficiência.

“Meu filho é a luz em minhas trevas. Eu tenho que continuar lutando por ele. A vida dele depende disso e ele não pode lutar por si mesmo”, disse a mãe dele.

O caso ganhou apoio de políticos do Partido Trabalhista britânico, além de outras figuras públicas como líderes religiosos. Depois das mobilizações, o governo desistiu de deportar o jovem. A família agradeceu em um comunicado. “Tenho o prazer de informar que o Home Office tomou a decisão certa para Osime permanecer com sua família amorosa e atenciosa”, disseram.

Ex-funcionários de orfanato denunciam abuso de autistas no País de Gales

Tempo de Leitura: < 1 minutoQuatro ex-funcionários da Ty Coryton, um orfanato no País de Gales que oferece residência e escola a crianças e jovens autistas, fizeram uma denúncia divulgada pela BBC nesta quarta-feira (9). Segundo eles, autistas eram submetidos a maus tratos, como contenções e trancamentos desnecessários. Um dos relatos é de que uma adolescente autista menstruada era trancada regularmente em seu quarto.

Uma das denunciantes, Kristy Edwards trabalhou na casa entre 2019 e 2020 e relatou que uma das pessoas autistas foi mantida por mais de 20 minutos presa ao chão. Por isso, achou que ela iria morrer. Edwards também afirmou que presenciou um funcionário xingando uma criança autista, ao dizer que ela “fedia a merda”.

Kristy ainda afirma que o estado de alguns autistas é delicado. “Essa pessoa provavelmente vai ficar institucionalizada, sua equipe de apoio já está dizendo que ele precisa ser sedado, mas não precisa. Ele só precisa de estratégias comportamentais terapêuticas corretas e de alguém para trabalhar com ele em vez de trabalhar contra ele”, afirmou.

A residência é administrada pela organização Orbis Education and Care Ltd, que está colaborando com as investigações.

Adolescentes autistas que sofrem bullying tem 2 vezes mais chances de pensar em suicídio, diz estudo

Tempo de Leitura: < 1 minutoOs pesquisadores Johnny Downs e Rachel Holden publicaram um artigo chamado “Por que é fundamental perguntar a adolescentes autistas sobre o bullying” no Spectrum News, um portal de divulgação científica sobre o autismo. O texto chama a atenção para o risco de suicídio entre pessoas diagnosticadas com o autismo, sobretudo na adolescência.

De acordo com os autores, o bullying é um dos fatores para suicídio para adolescentes de desenvolvimento típico. No caso do autismo, o estudo destacou que adolescentes autistas que sofrem bullying têm duas vezes mais chances de terem pensamentos suicidas.

“Pedimos aos médicos que lutem contra essa tendência e façam um esforço conjunto para perguntar às crianças com autismo sobre o bullying. E quando um jovem autista relata o bullying a profissionais de saúde mental, isso precisa ser levado a sério. Nossa pesquisa sugere que o bullying não apenas contribui para o risco de suicídio, mas também impacta no tratamento dos jovens”, dizem os autores do estudo.