3 de outubro de 2023

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Um menino autista de 7 anos foi encontrado morto, esquartejado, debaixo da cama de seu irmão de 19 anos no Jardim Ângela, zona sul de São Paulo. O irmão mais velho, Guilherme França Alcântara, confessou à polícia que matou Caio, seu irmão mais novo, e foi preso.

Segundo o Metrópoles, a mãe de Caio saiu para trabalhar e deixou o filho caçula aos cuidados do irmão. O pai retornaria do trabalho em cerca de 30 minutos. Quando o pai chegou em casa, não encontrou Caio, e seu irmão afirmou que não sabia onde ele estava. A polícia foi acionada, e durante as investigações, os policiais sentiram um cheiro forte vindo de um dos quartos da casa e encontraram um saco preto contendo partes do corpo de Caio.

Publicidade
Livro: Autismo — Não espere, aja logo!

O suspeito foi interrogado e confessou ter matado o próprio irmão, alegando que o fez porque tinha vontade de matar alguém. No local do crime, os policiais encontraram um facão que teria sido usado no assassinato, bem como um caderno com anotações sobre “como cometer um assassinato”. O crime ocorreu durante o período em que os pais estavam ausentes, e o pai notou a ausência de Caio ao retornar do trabalho.

O assassino afirmou que após estrangular a criança, ele quebrou seus braços e pernas antes de esquartejar o corpo e escondê-lo no guarda-roupa. A polícia descreveu o irmão mais velho como uma pessoa fria e com psicopatia.

COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Além do Introvertendo, conheça outros 10 podcasts feitos por autistas

ANS suspende a comercialização de 38 planos de saúde

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)