Por

Redação da Revista Autismo

""

Bienal Virtual do Livro de SP terá Mauricio de Sousa falando de personagens com deficiência

9 de dezembro de 2020

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Live terá também a participação de representantes da Casa Hunter, Sarepta e Revista Autismo

No dia 10 de dezembro de 2020, às 15h00, acontece uma live com tema muito importante na Bienal Virtual do Livro de São Paulo: diversão e inclusão – a importância dos personagens com deficiência nas histórias infantis. Para um tema como esse, ninguém mais indicado que o pai da Turma da Mônica, o desenhista Mauricio de Sousa. Além dele, participarão também Antoine Daher, presidente da Casa Hunter, e Fábio Ivankovich, diretor da Sarepta Brasil. Quem media o debate é o jornalista Francisco Paiva Junior, editor-chefe da Revista Autismo.

Dividida em quatro setores virtuais, o live acontece na “Conexão Turma da Mônica” com participação gratuita. O debate deve girar em torno do tema inclusão e diversidade, além dos diversos personagens com deficiência da Turma da Mônica, como Luca (cadeirante), André (autista), Tati (com Síndrome de Down), Edu (com Distrofia Muscular de Duchenne) entre outros.

Live: Diversão e inclusão – a importância dos personagens PcD nas histórias infantis
Quando: 10 de dezembro às 15h00 (horário de Brasília)
Duração: 1 hora
Onde:  Espaço Infantil Turma da Mônica na 1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo

Compartilhe

Comentários

Academia do Autismo

Fique por dentro das últimas notícias!
Assine a nossa News.

Estudo indica que ocitocina não tem eficiência para autismo — Canal Autismo / Revista AutismoReprodução / iStock

Estudo indica que ocitocina não tem eficiência para autismo

/
Por Redação do Canal Autismo
Um estudo publicado no New England Journal of Medicine indica…
Spectrum 10K: estudo genético sobre autismo é interrompido no Reino Unido após polêmica — Canal Autismo / Revista AutismoReprodução / Cambridge Independent

Spectrum 10K: estudo genético sobre autismo é interrompido no Reino Unido após polêmica

/
Por Tiago Abreu
O pesquisador Simon Baron-Cohen veio a público se desculpar…