Arquivo para Tag: morte

Ativista autista, Veridiana Mellilo morre aos 32 anos — Canal Autismo / Revista Autismo

Ativista autista, Veridiana Mellilo morre aos 32 anos

Tempo de Leitura: < 1 minutoVeridiana Mellilo, ativista autista, morreu nesta sexta-feira (8) vítima de ataque cardíaco. Ela tinha 32 anos, trabalhava como gestora no Centro de Referência do Autismo de Jaguariúna (CAJ) e, nos últimos meses, também promovia palestras e consultorias sobre autismo.

Nas redes de Veridiana, a família se pronunciou dizendo: “É com imenso pesar que comunicamos a morte da nossa querida Veridiana Mellilo”. Gustavo Reis, prefeito de Jaguariúna, também lamentou a morte. “Lamento profundamente o falecimento da Veridiana Mellilo, uma jovem que dedicou sua vida a cuidar daqueles que precisam de afeto e atendimento especializado. Ao lado de seu pai, Wilson, contribuiu diretamente para transformar Jaguariúna em referência no atendimento aos portadores de autismo”.

Veridiana começou a atuar mais fortemente no âmbito do autismo este ano. Em janeiro, sua história com o diagnóstico repercutiu em portais jornalísticos. Em fevereiro chegou a aparecer como palestrante no TEDxInsper. Ela tinha uma esposa e nenhum filho.

Autista de 13 anos morre após picada de escorpião no interior de SP

Tempo de Leitura: < 1 minutoLucca, um jovem autista de 13 anos, morreu nesta terça-feira (5) depois de ser picado por um escorpião em Barretos, no interior de São Paulo. Sandra Tadini Santos, sua mãe, é ativista do autismo e comunicou a morte do filho em suas redes sociais.

Sandra é presidente da Associação de Amigos do Autista (AMA) em Barretos, é professora da rede estadual de ensino e também faz parte do Movimento Orgulho Autista Brasil (Moab). Fernando Cotta, presidente do Moab, cancelou uma live em solidariedade a Sandra.

Outras figuras da comunidade também se manifestaram sobre o caso. “Estou bem chocada e triste pela família”, disse a ativista e jornalista Andréa Werner. Fátima de Kwant, também jornalista e ativista, afirmou que “não existe dor maior que essa”.

Outros veículos de imprensa noticiaram o fato, como o site A Cidade On e o jornal A Cidade de Votuporanga.

Santos perde mãe ativista para Covid-19

Tempo de Leitura: 2 minutosCom tristeza sem tamanho, noticio o falecimento, ontem (8.mai.2021), da mãe ativista Ana Lucia Leite Felix, de Santos (SP), idealizadora do grupo Acolhe Autismo, da Baixada Santista, fundado em 2012. Mãe dedicada, lutou muito não só em prol do filho, Caco, mas de todos os autistas e suas famílias.

Minha amiga pessoal, conheci AnaLu (como era carinhosamente chamada) em 2009, num grupo de familiares de autistas chamado “Autismo Família”, criado por Marie Dorion — era tempo em que tínhamos grupos de emails, pois as redes sociais ainda eram muito tímidas e não nos davam este recurso e o WhatsApp ainda ia nascer —, e como todas as pessoas daquele grupo, por quem tenho imensa gratidão, recebi dela (e do seu então marido, Carlos, já falecido) muito apoio no início da jornada do autismo e desta busca incessante por conhecer mais sobre a condição e sobre a comunidade.

Santos perde mãe ativista para Covid-19, Ana Lucia Leite Felix - Canal Autismo / Revista Autismo

Ana Lucia Leite Felix (*22.ago.1964 +8.mai.2021)

Não conheço quem tenha lutado mais por políticas públicas para autistas naquela região, tendo conquistado, em Santos, a carteira de identificação local e a clínica escola de autistas da cidade (foto da inauguração aqui no destaque). A professora aposentada da rede municipal de Cubatão (SP) era sempre inconformada e inquieta quando o assunto era a causa.

Aos 56 anos, AnaLu deixa Caco Júnior, autista de 23 anos, os filhos mais velhos, André Filipe e Ana Carolina, além de um legado de resiliência e pensamento coletivo. E uma comunidade inteira em luto neste Dia das Mães, com AnaLu sendo mais uma das 421.316 mortes por Covid-19 no Brasil, até hoje, segundo o Ministério da Saúde.

Videoclipe ‘Até o Fim’

A seguir, deixo o videoclipe com o tema autismo, no qual participamos juntos, em 2011 (época em que eu ainda tinha um pouco de cabelo), com a música “Até o Fim”, da amiga Fantine Tho, excelente cantora (ex-grupo Rouge), uma feliz lembrança com AnaLu.