29 de maio de 2023

Tempo de Leitura: 2 minutos

Desde que meu terapeuta levantou a possibilidade de que eu poderia estar no espectro autista eu sabia que precisava comunicar sobre isso. Meu trabalho no podcast Esquizofrenoias com saúde mental foi pioneiro e eu necessitava usar minhas plataformas para falar sobre o autismo também. Quando meu diagnóstico foi confirmado a hora de executar alguma das minhas muitas ideias sobre o tema havia chegado.

O “Amanda no Espectro” surge da minha carência de informação sobre o tema, além de me reconhecer como indivíduo. Afinal, quem fazia parte da minha turma? E o que essa turma representava?

Publicidade
Grupo Método

Já vamos para o sexto episódio e a resposta do público tem sido algo totalmente inesperado. Acredito que furei a bolha inicial. Os episódios, os cortes, as aspas têm chegado em muita gente fora da comunidade. Era o que eu mais queria.

Comecei com a brilhante Marina Amaral, colorista digital, (uma das primeiras pessoas a me acolher após o anúncio do meu diagnóstico). Ela me fez sentir parte. Falamos muito sobre regras sociais que nunca aprendemos.

No segundo episódio, o publicitário Rafael Mantesso me presenteou com stims toys e comunicou de maneira direta sobre como a neurodivergência ainda não é encarada de frente pelo mercado de trabalho. O corte deste momento já passa dos 920 mil plays e tem quase 20 mil compartilhamentos no Instagram. Viralizamos! Autismo não é nicho não!

A deputada estadual por São Paulo Andrea Werner contou sua história do ativismo à carreira na política e eu os ouvintes aprendemos que a legislação sobre pessoas com deficiência existe! Ela só precisa ser aplicada!

Renata Simões também é jornalista e no quarto episódio a gente debateu a importância de falar sobre o tema. Renata tem uma coluna no Estadão chamada “Dentro do Espectro”. Vale a pena muito ler.

Ainda estou maravilhada pela aula que tive da Dra. Raquel Del Monde! Em seu episódio ela me apresentou a URGÊNCIA do debate que já adotei como outra causa pessoal: Todo autista cresce!

Eu, como mulher adulta e autista, no alto dos meus 37 anos vou levar este tema para que mais bolhas sejam furadas.

É só o começo!

 

CONTEÚDO EXTRA

Aqui seguem os episódios publicados até agora:

Episódio 1

Episódio 2

Episódio 3

Episódio 4

Episódio 5

Episódio 6

COMPARTILHAR:

Nascida no Capão Redondo, periferia de São Paulo, cursou jornalismo, trabalhou na TV aberta por oito anos e em rádio por mais de 15. No podcast Esquizofrenoias busca tratar de maneira leve e sem tabus de um tema que é conhecedora de causa: saúde mental. Em 2019 o podcast foi indicado ao APCA. Em 2020 concorreu ao Miaw MTV na categoria Podcast Nosso de Cada Dia. Hoje além do Esquizofrenoias e do Chá das 4:00 e 20 músicas apresenta roteiriza o Amanda no Espectro, série de 12 episódios sobre a sua descoberta como autista.

Comissão aprova projeto de lei que visa incluir transtornos e doenças raras no Censo

Casa da Esperança lança o podcast ‘Vixe! Autistei…’

Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)