Posts

STF convoca audiência pública para discutir política de educação especial

Tempo de Leitura: < 1 minutoO Supremo Tribunal Federal (STF) convocou uma audiência pública para debater a Política Nacional de Educação Especial: Equitativa, Inclusiva e com Aprendizado ao Longo da Vida – PNEE, decretada pelo Governo Federal em 2020 e suspensa pelo ministro Dias Toffoli.

A audiência será virtual e ocorrerá durante dois dias, 23 de agosto (das 14h às 18h) e 24 de agosto (9h às 12 e 14h às 18). Estão previstas participações de ativistas e especialistas para debater a pauta, entre elas organizações de autismo.

A lista completa de expositores está disponível em documento do STF.

Reino Unido lança programa multimilionário para apoio de autistas

Tempo de Leitura: < 1 minutoO governo do Reino Unido anunciou, nesta quarta-feira (21), o lançamento da Estratégia do Autismo, um programa multimilionário que visa ajudar o acesso à saúde de pessoas autistas, incluindo diagnóstico precoce, remoção de barreiras a educação e a emprego e combate à desigualdade.

Segundo o governo, serão disponibilizados cerca de £ 75 milhões no primeiro ano e um valor recorrente de £ 50 milhões nos anos subsequentes. O programa será executado até 2026 e pretende apoiar os mais de 700 mil autistas que vivem no país.

Governo do RS anuncia centros de referência em autismo

Tempo de Leitura: < 1 minutoEm evento promovido na última segunda-feira (19), o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou a criação de três centros de referência macrorregionais sobre autismo no estado, nos municípios de Cachoeira do Sul, Pelotas e Santa Rosa. No mesmo evento, também foram entregues as primeiras unidades da Ciptea (Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro do Autismo) do Rio Grande do Sul.

A proposta de se criar centros especializados em autismo foi primeiro anunciada em abril de 2021, em um evento de Leite com ativistas da comunidade do autismo, como Marcos Mion e Willian Chimura. Os centros fazem parte da política estadual voltada ao autismo, também chamada de TEAcolhe.

“Essa política pública significa apoio financeiro, tanto para implantação inicial quanto custeio mensal, totalizando alguns milhões de reais anuais investidos pelo governo para ajudar a sustentar esse atendimento especializado que estamos criando e, assim, articularmos uma verdadeira rede, que jogue junto, por todo o Estado, em favor desta população”, disse o governador, em nota oficial divulgada.

Governo aprova teto de 140 mil para carros PcDs, mas surdos ficam de fora

Tempo de Leitura: < 1 minutoO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou, na última quinta-feira (15), o teto de R$ 140 mil de isenção de imposto sobre produtos industrializados (IPI) para compra de carros para pessoas com deficiência. A única exceção é para pessoas surdas, que não estão contempladas, por justificativa do Ministério da Economia de que a inclusão de todas as PcDs afetaria as contas públicas.

Segundo a Quatro Rodas, a lei também prevê um aumento do prazo para que o proprietário do veículo venda o carro, que antes era de 2 anos e, agora, passa a ser de 3 anos.

Comissão convida médicos e advogado para discutir educação de autistas

Tempo de Leitura: < 1 minutoA Comissão de Educação da Câmara dos Deputados fará uma discussão nesta sexta-feira (25) sobre educação no contexto do autismo, a partir de sugestão do deputado Otoni de Paula (PSL-RJ). O evento terá transmissão online e terá ênfase nas contribuições da neurociência para autistas.

O evento terá quatro convidados: Ana Rosa Airão Barboza, chefe do ambulatório de Neuropediatria do Hospital Universitário Gaffré e Guinle da Unirio; Renato Fernandes de Paulo, fisioterapeuta e PhD em neurociência; José Otávio Pompeu e Silva, fisioterapeuta e professor da UFRJ e o advogado Igor Luis Pereira e Silva.

“A educação autista envolve desafios singulares. Alguns alunos precisam de mais cuidados, enquanto outros são mais  independentes. Entretanto, todos exigem alguma atenção diferenciada”, disse Otoni de Paula para a Agência Câmara de Notícias.

Primeiro vereador autista do Brasil é eleito em São Paulo

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Segundo apuração da Agência Pública, 19 candidatos autistas pleitearam cargos de vereador(a) pelo Brasil nas eleições municipais de 2020. Isso foi um passo praticamente inédito na história do nosso país e no ativismo do autismo. Foram candidaturas em várias legendas de todo o espectro político, como a UP, PCdoB, PDT, PTC e PSL.

Inicialmente, nenhum dos 19 candidatos conseguiu vencer. Mas ocorreu uma exceção, em Guarulhos (SP). Jorginho Mota, do Partido Trabalhista Cristão (PTC), tinha recebido uma quantidade de votos suficientes para se eleger, mas teve problemas documentais na Justiça. Em 1 de dezembro, no entanto, sua candidatura foi deferida e ele assumirá em janeiro.

Jorginho nasceu em 1977 e já tinha sido cogitado a ser candidato a vice-prefeito no cenário político de sua cidade. Além de autista, também é pai de autista e afirma em suas redes sociais que seu diagnóstico é recente. Guarulhos, de acordo com o IBGE, tem a 13º maior população do Brasil, com quase 1,4 milhão de habitantes.

 

Candidaturas de autistas nas eleições 2020 é tema de podcast

Tempo de Leitura: < 1 minuto

O podcast Introvertendo, produzido por autistas e dedicado a discutir autismo, lançou nesta sexta-feira (22) o seu 140º episódio, chamado “Autistas na Política”. O conteúdo foi apresentado por Tiago Abreu, jornalista e autista, e contou com as participações do ativista e pesquisador Willian Chimura e do advogado Engels Bandeira, também autistas.

“Autistas na Política” teve como pressuposto candidaturas nas eleições de 2020 por autistas que ocorreram em diferentes locais do Brasil e por diferentes legendas. O contexto eleitoral, inclusive, pode levar o Brasil a ter, pela primeira vez em sua história, vereadores autistas.

Acerca desse fenômeno, Chimura acredita que o sistema político, em seus moldes atuais, não é inclusivo para autistas. “Nós estamos falando de uma pessoa que necessariamente vai precisar se relacionar com o público, que vai precisar defender os interesses da população e negociar com com outras pessoas, com seus pares. E eu imagino que a forma atípica de se expressar, compreender alguma coisa, de usar algum termo de uma forma um pouco atípica pode até acabar criando alguma tensão que nunca foi a intenção realmente dessa pessoa autista”, afirmou.

O advogado Engels Bandeira, convidado do episódio, afirmou que defende cotas para pessoas com deficiência na política. “A luta pelos direitos das pessoas autistas é uma luta da comunidade toda em geral. É uma luta das associações, das pessoas autistas, pais, dos familiares. Não é uma luta de A, B, ou C, não podemos personificar essa luta jamais”, disse ele, em referência ao interesse público sobre a temática do autismo.

O episódio está disponível para audição em diferentes plataformas, como o Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts e CastBox, ou no player abaixo. O Introvertendo também possui transcrição de seus episódios e uma ferramenta em Libras, acessível para pessoas com deficiência auditiva.

Dia do Orgulho Autista 2016 lembrou desafio da inclusão

Tempo de Leitura: < 1 minutoCelebrado todo 18 de junho, o Dia do Orgulho Autista foi comemorado neste ano em sessão solene na Câmara Legislativa do Distrito Federal na sexta-feira 17.junho.2016. A solenidade reuniu familiares, pessoas com autismo, educadores e militantes numa celebração cuja mensagem principal foi a da necessidade de inclusão. Implementação dos direitos previstos em leis e preparação das escolas estão entre os desafios.

Veja o texto original completo no site da Câmara Legislativa do Distrito Federal— em http://www.cl.df.gov.br/ultimas-noticias/-/asset_publisher/IT0h/content/dia-do-orgulho-autista-lembra-desafio-da-inclusao;jsessionid=C336B1E042AE0EF002A6759CA8ED6136.liferay1?redirect=http%3A%2F%2Fwww.cl.df.gov.br%2Fultimas-noticias