16 de janeiro de 2023

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Emanuele Souza da Silva mora em Passo Fundo, no interior do Rio Grande do Sul, e mantém há cerca de 5 anos o projeto Autismo Cartoon. A iniciativa leva informações sobre autismo para escolas.

Em entrevista ao Diário Gaúcho, Emanuele afirmou que, por meio das redes sociais, já recebeu convites de escolas locais, bem como de estados como Rio de Janeiro, Goiás e São Paulo. A principal forma de financiamento do Autismo Cartoon vem da venda de doces. “Acordo às 5h, faço os doces, termino às 8h e meu sogro sai para vender. Em seguida, eu vou para as escolas. É corrido e eu não tenho esse dinheiro para formalização”, lamentou.

Publicidade
ExpoTEA
COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Estádio em Londrina estreia espaço reservado para torcedores autistas

Mudanças na LDB: o que muda para os autistas?

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)