6 de março de 2024

Tempo de Leitura: 4 minutos

Com a proposta de ser a maior feira dedicada exclusivamente ao transtorno do espectro do autismo (TEA) do Brasil, a ExpoTEA realiza sua primeira edição nos dias 7, 8 e 9 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), e as inscrições estão abertas. O evento reunirá pesquisadores, profissionais da área médica e terapêutica, pais, professores, familiares de autistas e principalmente pessoas autistas. São aguardadas 250 empresas e cerca de 10 mil pessoas por dia, circulando pelos corredores da feira.

A ExpoTEA conta com uma extensa programação. Durante o evento serão realizadas palestras, painéis de discussão e workshops que abordam os diversos aspectos relacionados ao autismo, desde a compreensão das variadas formas do transtorno até a discussão de estratégias de inclusão e apoio para indivíduos no espectro. Também estão previstos cursos para familiares e profissionais da área como cuidadores e mesmo pessoas que tenham o interesse em se especializar em TEA.

Publicidade
Congresso Extraordinário

Congresso e Exposhow

O evento se divide em um Congresso, voltado à profissionais da área, e a Exposhow, parte integrante da feira e onde ocorrerão palestras gratuitas a todos os interessados no tema. Entre as palestras previstas estão “O poder da comunicação alternativa aumentativa para transformar vidas”; “Os desafios do autismo na adolescência”; “Direitos, adaptações e crimes na escola”; “Diagnóstico tardio no autismo feminino”; “Maternidade atípica e empreendedorismo”; e “O perfil sensorial no TEA e seu impacto no dia a dia”.

Também serão dedicadas mesas de palestras ao uso de canabinoides no autismo e a palestras sobre direitos previdenciários da pessoa autista.

Os visitantes da ExpoTEA também irão receber de maneira gratuita o Manual de Consulta e Acompanhamento do Autista. Este manual é uma cartilha com campos para o preenchimento pelos pais e profissionais de saúde que acompanham a pessoa autista com informações relevantes e que poderão ser consultadas a qualquer momento.

Já a feira que acontece dentro da ExpoTEA contará com espaço para apresentação de produtos e serviços voltados a pessoas dentro do espectro autista, inovações em terapias e recursos tecnológicos que possam auxiliar no desenvolvimento e na qualidade de vida das pessoas com autismo.

Representatividade e inclusão

“A ExpoTEA é um evento que tem a função de oferecer representatividade e inclusão para pessoas com TEA através do conhecimento. Queremos e vamos reunir em um só lugar essas oportunidades de conhecimento, de troca de experiências com pais e autistas, com estudiosos e também com empresas e instituições comprometidas com a causa para vermos e sermos vistos, porque a inclusão passa por conhecimento e acesso”, observou a coordenadora do evento, Bruna Ituassu, médica especialista em autismo e TDAH.

Bruna conta que a ideia da ExpoTEA surgiu justamente desses entraves que ela, como mãe da Havana que é uma menina de 5 anos dentro do espectro autista, observou na rotina diária com a filha. Algo que se repetia em famílias de autistas com quem ela passou a ter contato, independentemente da classe social a que pertencessem ou nível de suporte presente no diagnóstico. “Eu sou mãe de uma menina autista de cinco anos e sei como é difícil encontrar produtos e serviços especializados. Desde coisas simples como materiais de papelaria para a escola, até profissionais de educação e cuidadores.”

Neste sentido a feira contará com expositores de produtos e serviços que vão do básico como materiais de papelaria diferenciados para crianças com autismo, a instrumentos musicais adaptados, calçados ortopédicos para crianças que, por exemplo, andam na ponta do pé, roupas e cobertores sensoriais, painéis sensoriais e quadros de rotina.

“A ExpoTEA trará um misto de tudo o que podemos encontrar voltado para o autismo e pensados para o autista. A ideia é que o público possa ter acesso e conhecer as possibilidades que tem e ampliar a sua rede de suporte”, observou Ituassu.

Selo Azul

A ExpoTEA ainda irá lançar no Brasil o Selo Azul, que é um selo empresarial voltado a profissionais e estabelecimentos compromissados com a causa do autismo. “O Selo Azul traz a marca, o símbolo de que a empresa é uma empresa companheira do autismo, compromissada com a causa e que destina tempo para produzir produtos e serviços de qualidade para o autista. Por exemplo, escolas, que é uma área de grande preocupação dos pais, ao exporem na feira terão acesso ao selo de Companheira do Autista. E no futuro isso vai permitir que um pai ou uma mãe, chegando na instituição, veja o selo azul e rapidamente identifique aquele local como um local seguro para o seu filho”, explicou Ituassu.

Autismo no Brasil

Nos últimos anos o Brasil passou a observar um vertiginoso crescimento no número de diagnósticos de autismo. Até 2022, tinha-se como parâmetro uma estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicando que o país possuía cerca de 2 milhões de pessoas com TEA. Projeções mais recentes, estas de 2023 baseadas em cálculos do Centers for Disease Control and Prevention (CDC), do governo dos EUA, dão conta de que o Brasil pode superar os 6 milhões de pessoas com o transtorno.

Entretanto, o país ainda carece de levantamentos mais precisos. Somente no último Censo, o de 2022, o Brasil teve uma pergunta sobre diagnóstico de autismo incluída na pesquisa censitária. Ela consta no Questionário de Amostra, que é mais detalhado e voltado a 11% da população. Os dados devem sair até 2025. Esse apagão numérico faz com que o conhecimento sobre TEA siga aquém do necessário para suprir carências de uma população tão grande.

Inscrições

As inscrições para participar da ExpoTEA ainda estão abertas, tanto para visitantes, quanto para expositores. Organizações Não Governamentais (ONGs) e famílias que produzem serviços e apoios para a causa também podem se inscrever para a Vila Social, onde serão ofertadas condições especiais para os estandes.

Serviço

Inscrições: expotea.com.br
Data da feira: 7, 8 e 9.jun.2024
Local: Expo Center Norte, São Paulo (SP)

COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Vida Real: ‘O autismo não é coisa de pobre’

Tabata Cristine: ‘Eu não queria ser a vergonha da família’

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)