11 de dezembro de 2022

Tempo de Leitura: < 1 minuto

O braço brasileiro do movimento Vidas Negras com Deficiência Importam (VNDI Brasil) participou do Comitê da ONU para a Eliminação da Discriminação Racial (CERD), em evento ocorrido no início deste mês de dezembro de 2022. Ao final, o comitê apresentou recomendações para o combate à discriminação de pessoas negras com deficiência, entre elas a coleta de dados, cuidado de mulheres negras e a renovação do sistema de cotas na educação brasileira.

Em nota do VNDI, a diretora e ativista Luciana Viegas, que é autista e mãe de autista, afirmou que o evento é de importância para o tema no país. “Primeiramente porque os negros com deficiência estão sendo lembrados e saindo da invisibilidade, sinalizando para o mundo que também somos sujeitos de direitos”, afirmou.

Publicidade
1Pure/EndoPure
COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Justiça garante redução de carga horária para pais de autistas ou servidor público autista

Projeto Autismo no Palco, em Goiânia, chega à 3ª edição

Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)