13 de junho de 2024

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Anna Paula Feminella, secretária nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência, representou o Brasil na abertura da 17ª sessão da Conferência dos Estados Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (COSP17) na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque. No evento, ocorrido nesta terça-feira (11), a secretária celebrou as conquistas recentes do Brasil e destacou a importância do evento para a efetivação dos direitos das pessoas com deficiência.

Segundo nota divulgada pelo Ministério dos Direitos Humanos, o Brasil iniciou a implementação do Novo Viver sem Limite, um plano nacional de promoção dos direitos das pessoas com deficiência, que envolveu 27 ministérios, governos estaduais e municipais, além de movimentos sociais. O plano foca em acessibilidade, tecnologia assistiva, promoção da cidadania e a institucionalização de uma governança democrática, destacando o lema Nada sobre nós sem nós.

Publicidade
Genioo

Durante a conferência, Feminella mencionou a erradicação do trabalho doméstico análogo ao trabalho escravo e a defesa das leis de cotas para empregabilidade no setor público e privado. Além disso, a senadora Mara Gabrilli (PSD-SP) foi reeleita como perita do Comitê da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência para o mandato de 2025 a 2028, com 140 votos dos 186 países participantes.

COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Unifesp de Diadema promove curso para atendimento de autistas

Livro infantil ‘E quando um de nós é autista?’ faz sucesso nas escolas

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)