Por

Tiago Abreu

Jornalista e fundador do podcast Introvertendo.

Facebook de Tiago AbreuTwitter de Tiago AbreuInstagram de Tiago AbreuCanal no Youtube de Tiago Abreu

Autista, Anthony Hopkins ganha Oscar de melhor ator

1 de maio de 2021

Tempo de Leitura: < 1 minutoO ator Anthony Hopkins foi premiado na 93ª edição do The Academy Awards, mais conhecido como Oscar. O evento ocorreu no último domingo (25) e marcou o encerramento da premiação. Na ocasião, o ator venceu na categoria Melhor Ator com o filme Meu Pai.

Hopkins, que foi diagnosticado com autismo na terceira idade, já tinha sido contemplado pela estatueta em 1992, quando interpretou o notável Dr. Hannibal em O Silêncio dos Inocentes, lançado em 1991. Anthony, atualmente com 83 anos, também é o nome de maior idade já contemplado na categoria.

Tismoo Biotech

Em Meu Pai, Anthony interpreta um homem idoso que luta contra problemas progressivos de memória decorrentes do Alzheimer. Apesar do filme não ter vencido em outras categorias centrais, a obra também recebeu o prêmio de melhor roteiro adaptado.

Sem estar presente na cerimônia, o galês publicou um vídeo em suas redes no dia seguinte, comentando a vitória. “Estou aqui na minha terra natal, no País de Gales. Aos 83 anos, não esperava receber este prêmio, não esperava mesmo. Estou muito grato à Academia”, afirmou.

A National Autistic Society, uma das mais tradicionais organizações de autismo do mundo, comemorou a vitória em um comunicado nas redes. “Parabéns ao Sir Anthony Hopkins por receber o seu segundo Oscar de Melhor Ator no Oscar por seu papel em Meu Pai. Temos a certeza de que a sua vitória irá inspirar outros atores autistas na indústria [do cinema]”, diz um trecho.

Compartilhe

Comentários

Quantos autistas há nas universidades brasileiras? — Revista Autismo

Quantos autistas há nas universidades brasileiras?

/
Por Tiago Abreu
Os dados mais recentes do Censo da Educação Superior, promovido anualmente desde 1995 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), afirma que existem 1.532 autistas no ensino superior brasileiro. Apesar do número oficial, não existe uma forma exclusiva para que as instituições alcancem estes dados e, com isso, cada universidade utiliza seus próprios meios.
Revista Autismo nº 7

Revista Autismo número 7 — índice

Por Redação da Revista Autismo
Índice de conteúdo da Revista Autismo edição número 7 de dezembro/2019, janeiro e fevereiro/2020.