Avatar

Por

Marcelo Vitoriano

Inclusão profissional sob a ética dos direitos humanos

6 de março de 2019

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Coluna: Trabalho no espectro

Atualmente, segundo dados internacionais, temos uma prevalência do diagnóstico de autismo de 1 para cada 59 pessoas que nascem. Estima-se que, no Brasil, sejam mais de 2 milhões de pessoas com autismo. Estudos da Inglaterra e Espanha apontam que mais de 80% das pessoas dentro do espectro do autismo estão desempregadas.

Para lidar com esta realidade, é importante que existam programas de formação em diversas áreas e que se desenvolvam habilidades técnicas — e também sociais — para as pessoas com autismo, com vistas à sua inclusão no mercado de trabalho.

Em 3 anos de atuação no Brasil, a Specialisterne contribuiu com a inclusão de mais de 70 pessoas, das 90 que foram formadas. Hoje, temos 50 consultores em TI contratados, realizando tarefas administrativas, testes e desenvolvimento de software e programação, em importantes parceiros e contribuindo para a criação de projetos neurodiversos nas empresas brasileiras.

O tema da inclusão profissional das pessoas com autismo deve fazer parte da agenda corporativa de valorização da diversidade, seja pelo respeito às singularidades humanas, seja pela valorização da diversidade de talentos e potencialidades.

Estamos felizes em compartilhar aqui histórias de sucesso. Até a próxima edição.

Compartilhe

Comentários

Fique por dentro das últimas notícias!
Assine a nossa News.

Tismoo.me lança sua segunda fase

/
Francisco Paiva Jr. Por Francisco Paiva Jr.
Com a nova versão do app, é possível convidar amigos para…

Grupo Ânima promove sessão comentada do filme ‘Autwork’ neste sábado (10)

/
Francisco Paiva Jr. Por Francisco Paiva Jr.
O documentário “AutWork - Autistas no Mercado de Trabalho”…
Genética da Apraxia da Fala — Canal Autismo + Revista Autismo

Genética da Apraxia da Fala

/
Paulo Liberalesso Por Paulo Liberalesso
Antes de tratarmos propriamente do tema genética da apraxia…