16 de julho de 2023

Tempo de Leitura: < 1 minuto

A robótica tem se mostrado uma ferramenta poderosa no ensino de programação para as pessoas, proporcionando uma série de vantagens significativas.

Uma das principais vantagens do uso da robótica no ensino de programação está relacionada ao estilo de aprendizagem voltado a prática, o que beneficia as pessoas autistas na compreensão de temas abordados em programação, reforçando a aplicação do raciocínio lógico e matemático para resolução dos problemas.

Publicidade
Congresso Extraordinário

Por exemplo, imagine um aluno que está aprendendo a programar um robô para seguir uma linha preta no chão. Ao escrever o código necessário e observar o robô seguindo a linha corretamente, o aluno tem uma experiência direta de como sua programação influencia o comportamento do robô. Esse feedback imediato ajuda a reforçar a relação de causa e efeito, estimulando a compreensão e a motivação para aprender mais.

Em resumo, o uso da robótica no ensino de programação para pessoas autistas oferece vantagens valiosas, como aprendizagem prática e concreta, personalização e adaptação, e desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais. Essas vantagens combinadas tornam a robótica uma ferramenta eficaz para promover sua inclusão e autonomia, estimulando seu interesse pela programação e fornecendo uma base sólida para o desenvolvimento de habilidades tecnológicas e cognitivas.

Leandro J. Silva

Coordenador de Tecnologia na Specialisterne Brasil. Cientista de dados, cursando MBA em Gerenciamento de projetos. Há 18 anos atua com ensino de Tecnologia da Informação, sendo 8 anos na formação de pessoas autistas.

 

COMPARTILHAR:

1º episódio da despedida do Introvertendo: ‘A menina portuguesa com Síndrome de Asperger’

PL propõe espaços multissensoriais em aeroportos para passageiros autistas

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)