Por

Soraia Vieira

"Fonoaudióloga, mestre em estudos linguísticos pela Universidade de Londres, tem curso avançado de autismo credenciado pela Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Diretora geral da Pyramid Consultoria Educacional do Brasil, tem uma sólida experiência de trabalho com crianças e adultos com ampla gama de dificuldades de comunicação por razões variadas: físicas, mentais, sociais e emocionais. O primeiro curso PECS que frequentou foi em 2002 e desde então PECS tornou-se parte de sua prática diária."

9 elementos – Como tornar seu filho/aluno o mais independente possível?

28 de junho de 2021Imagem: Pillar Pedreira/Agência Senado

Tempo de Leitura: 3 minutosMuitos anos atrás, enquanto dirigia um programa numa escola estadual para alunos com autismo, o Dr Andy Bondy, PhD, (co-criador do PECS- Sistema de Comunicação por Troca de Figuras) desenvolveu a Abordagem Educacional em Pirâmide®. A Abordagem em Pirâmide é uma estrutura abrangente para estabelecer e apoiar ambientes de aprendizagem eficazes e aptos a ensinar pessoas com dificuldades variadas em qualquer ambiente: escola, casa, comunidade.

Tismoo Biotech

O Dr. Andy Bondy escolheu a forma de uma pirâmide como um guia visual para esse processo, por causa da interdependência de todos os componentes e para nos lembrar que a construção de uma pirâmide estável começa com uma base sólida. A Abordagem em Pirâmide combina uma ênfase na comunicação funcional com as melhores estratégias baseadas em evidência no campo da Análise Comportamental Aplicada (ABA). Os nove elementos da Abordagem Educacional em Pirâmide são áreas importantes dentro da ABA. 

O que ensinar?

O Dr. Andy Bondy reconheceu que alguns elementos importantes de ABA devem ser abordados primeiro. Estes servem como base, ou elementos básicos, da pirâmide. Se esses elementos não forem devidamente abordados, a lição pode não ser tão eficaz. Os elementos são: atividades funcionais, reforços, comunicação e comportamento.

  1. Atividades Funcionais: Habilidades ensinadas hoje devem ter utilidade para seu filho/aluno no presente ou no futuro. É preciso envolver seu filho/aluno em atividades relevantes, com os materiais mais úteis para ensinar essas competências. Durante essas atividades, o foco se dirige a alcançar um objetivo de cada vez. 
  2. Reforços Poderosos: É necessário avaliar as questões motivacionais, planejando o uso de reforços poderosos apoiando-se em princípios simples, tais como usar a estratégia do “reforço-primeiro” e sistemas de reforço visual.  Se a atividade não for motivadora pode-se acrescentar um reforçador. Pode-se começar com acordo simples: “Para ganhar” ___ /“Faça” ___ e depois avançar para cartões visuais mais complexos “Estou trabalhando para” _____
  3. Comunicação Funcional e Habilidades Sociais: Ensinar ou aperfeiçoar certas habilidades essenciais de comunicação funcional, independentemente de qual seja a modalidade usada por seu filho/aluno (PECS®, língua de sinais, vocalizadores, fala etc). Se ele ainda não tiver um meio de comunicação, a sugestão é iniciar a implementação do PECS. Aprender as habilidades essenciais de comunicação é crucial para a independência dele. Existe um webinar gratuito, “Uma imagem clara: o  uso e benefícios do PECS®”, disponível no site https://pecs-brazil.com/videos/
  4. Comportamento Contextualmente Inadequado: Ao implementar os  três primeiros elementos, provavelmente haverá menos comportamentos inadequados.  Se mesmo assim eles ocorrerem, é preciso determinar a razão de estarem ocorrendo, ou como estão funcionalmente relacionados com acontecimentos circundantes. Uma vez determinado o motivo, cabe ensinar o comportamento substituto que tenha a mesma função: um comportamento alternativo funcionalmente equivalente.

Como ensinar?

Assim como a construção de uma pirâmide começa com a criação de uma fundação firme antes de construir o corpo do edifício, a Abordagem da Pirâmide começa com uma base forte, contando com uma abordagem baseada na ciência da aprendizagem. 

Uma vez implementados os elementos da base, é hora de começar a abordar os elementos do topo da pirâmide, relacionados com o “como” ensinar. Estes são os elementos instrucionais: generalização, lições eficazes, estratégia de ensino, correção de erros e coleta de dados.

  1. Generalização: As metas de longo prazo são planejadas antes do início do ensino, abordando tanto a generalização do estímulo quanto da resposta. A generalização deve ser planejada antes da primeira aula.
  2. Lições Eficazes: Identificar se o tipo de habilidade a ensinar é uma lição discreta (direta e curta) ou sequencial (série de pequenas etapas), e também se será iniciada pelo filho/aluno ou iniciada por você.
  3. Estratégias de Ensino: Identificar as estratégias específicas de ajuda ou modelagem mais adequadas ao tipo de lição. Mais uma vez, antes de ensinar a primeira lição, é necessário um plano para eliminar a ajuda de modo que a nova habilidade ou comportamento ocorra em resposta a estímulos naturais e não à ajuda, visando atingir a independência.
  4. Correção de Erros: Esteja pronto para o erro, quando ele ocorrer, para que seu filho/aluno tenha oportunidade de aprender. Planejar estratégias de correção de erros que levem à aquisição rápida de habilidades. 
  5. Coleta e Análise dos Dados: Finalmente, todo o modelo assenta sobre este elemento porque não há lições perfeitas. A coleta e análise de dados são a “cola” que mantém tudo junto. É preciso monitorar se seu filho/aluno está progredindo e, se não estiver, deve-se planejar alterações da lição de forma sistemática.

Ao implementar a Abordagem Educacional em Pirâmide, você construirá um ambiente de aprendizagem eficaz que resultará em progresso e maior independência para seu filho/aluno.

Compartilhe

Comentários

Fique por dentro das últimas notícias!
Assine a nossa News.

Autistas discutem em podcast o fim do diagnóstico de Síndrome de Asperger — Canal Autismo / Revista AutismoReprodução / Introvertendo

Autistas discutem em podcast o fim do diagnóstico de Síndrome de Asperger

/
Por Redação do Canal Autismo
O podcast Introvertendo, produzido por autistas adultos e com…
Carteira de identificação de autistas é lançada em Rondônia— Canal Autismo / Revista AutismoReprodução / Governo de Rondônia

Carteira de identificação de autistas é lançada em Rondônia

/
Por Redação do Canal Autismo
O governo do estado de Rondônia lançou, nesta terça-feira…
Não sabia que minha filha era autista. E nem eu — Canal Autismo / Revista Autismo

Não sabia que minha filha era autista. E nem eu

/
Por Selma Sueli Silva
Ainda hoje, eu consigo rir de mim mesma quando olho para trás.…