Tiago Abreu

Por

Tiago Abreu

Facebook AutorLinkedin AutorTwitter AutorInstagram AutorYoutube Autor

Vitória de Hopkins no Oscar levanta debate sobre acessibilidade

4 de maio de 2021

Tempo de Leitura: < 1 minutoAo vencer o Oscar na categoria Melhor Ator, Anthony Hopkins estava no País de Gales, dormindo. A situação, considerada constrangedora dentro da cerimônia, revelou um pequeno conflito anterior ao prêmio, que ocorreu no final de março (25).

Hopkins, um dos atores mais idosos em atividade e também diagnosticado com autismo, solicitou à organização do evento para que discursasse por meio de serviços de videoconferência, como o Zoom. No entanto, a proposta não foi aceita. O ator teria que viajar para alguns dos locais do mundo que tinham palcos para o evento, como a cidade de Londres.

No dia seguinte à sua vitória, Hopkins publicou um vídeo no seu Instagram, no qual afirma que “não esperava” a vitória. Para ele, era muito mais provável a vitória de Chadwick Boseman, morto em 2020. Apesar disso, segundo Jeremy Barber, o agente do ator, Anthony estava feliz pela conquista.

Christian Blauvelt, da Indie Wire, disse que “quando você precisa de um pouco mais de acomodação do que outros, a realidade da exclusão permanece. É o medo de pedir demais, de ser acusado de preguiça ou ser esquecido porque é mais fácil do que lidar com uma exceção”, lamentou.

Compartilhe

Comentários

Fique por dentro das últimas notícias!
Assine a nossa News.

Cientista responde perguntas sobre a primeira empresa de biotecnologia voltada ao autismo

/
Avatar Por Redação da Revista Autismo
Em um vídeo de mais de dez minutos, direto de San Diego (Califórna),…

Pesquisa da USP sobre Autismo recebe prêmio no Albert Einstein

/
Avatar Por Redação da Revista Autismo
Um estudo sobre autismo foi o grande vencedor do 4º Simpósio…