15 de outubro de 2023

Tempo de Leitura: 3 minutos

App de comunicação alternativa para autistas é investido por 4 ‘sharks’

Neste sábado (14), o canal Sony, que faz o programa Shark Tank Brasil, exibiu o episódio com o app Matraquinha como um bônus da sua oitava temporada, que tem sido exibida primeiro no canal do Youtube do programa e dias depois (às terças à noite), na TV. Wagner Yamuto (que é colunista da Revista Autismo) levou seu aplicativo de comunicação alternativa para autistas ao programa e saiu de lá com o investimento de 4 “sharks”.

No programa, Wagner conseguiu a oferta de R$ 400 mil em troca de 32% da empresa, com uma proposta coletiva, que veio de 4 dos 6 empresários investidores (“sharks”) do programa. Mas não foi fácil, Yamuto levou um susto antes de ouvir a proposta de interesse do “sharks”, quando disseram “Discutimos aqui e temos problemas!” e os batimentos cardíacos do empreendedor foram a 161 bpm — vale assistir ao episódios!

Publicidade
ExpoTEA

Os “sharks” investidores, cada um com 8%, foram: Carol Paiffer, CEO da Atom S/A; Sergio Zimerman, CEO e fundador da rede Petz; Joel Jota, ex-nadador da Seleção Brasileira; e o “shark” convidado, Bruno “PH” Bittencourt, fundador da Loud, a maior organização de eSports e conteúdo do Brasil. Como de praxe, a negociação atualmente passa por um período de auditoria e acerto de detalhes para, somente depois poder se concretizar efetivamente e eles se tornarem sócios da empresa. O valor que será aportado deverá ser investido em: marketing, comercial e desenvolvimento do app.

Oferta em conjunto

Num episódio emocionante e totalmente atípico, Yamuto conseguiu rapidamente fazer com que diversos “sharks” se interessassem em contribuir com sua iniciativa e pediram para ele se retirar para combinarem uma oferta em conjunto de diversos investidores de uma só vez. Com essa negociação, a empresa Matraquinha saiu do programa avaliada em R$ 1,25 milhão e com a possibilidade de escalar o negócio com sócios tão experientes e influentes.

“Nossa participação no Shark Tank Brasil foi uma oportunidade única, que fortaleceu nossa missão de aprimorar a comunicação alternativa para pessoas com autismo e impulsionou nosso crescimento como empreendedores. Ao aumentar a conscientização sobre a causa do autismo, reforçamos nosso compromisso de tornar o mundo mais inclusivo. Além disso, a experiência no programa nos preparou para superar futuros desafios com confiança. Estamos profundamente gratos e ansiosos para continuar fazendo a diferença”, declarou Wagner Yamuto para à reportagem da Revista Autismo.

Com mais de 50 mil usuários, o Matraquinha é um aplicativo de comunicação alternativa desenvolvido para auxiliar autistas não oralizados a se comunicarem, lançado em 2018. A inspiração para o app foi o Gabriel, filho de Wagner Yamuto, que criou o Matraquinha junto com a esposa, Gazy, e o irmão Adriano. A família Yamuto uniu o conhecimento de cada um para trazer uma solução que fosse útil não só para o Gabriel, mas para todos os autistas que não falam, além de outras condições que impedem as pessoas de se comunicar de forma oralizada.

No Shark Tank, Wagner Yamuto também pode explicar sobre o uso do cordão de girassol e explicar sua utilidade como um sinalizador de uma condição de saúde invisível em locais de atendimento ao público. Para além do investimento recebido, o programa foi, sem dúvida, uma vitrine para o app Matraquinha, e também para aumentar a visibilidade para a causa do autismo, reforçar a importância de um olhar para autistas não oralizados e para conscientizar sobre o significado do cordão de girassol. Por fim, no minuto final, a apresentadora do programa, Luitha Miraglia,  ainda divulgou que 2 de abril é o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, para completar o “pacote” do autismo na pauta do Shark Tank Brasil.

Na TV e no Youtube

Na TV, os episódios são exibidos às terças-feiras, às 22:00, no canal Sony. Assista ao episódio do Shark Tank Brasil com o Matraquinha, a seguir, e também a entrevista exclusiva de Wagner Yamuto à Revista Autismo:

Matraquinha no Shark Tank Brasil

 

Matraquinha na entrevista à Revista Autismo

 

CONTEÚDO EXTRA

COMPARTILHAR:

Editor-chefe da Revista Autismo, jornalista, empreendedor.

Professores autistas buscam redução na carga horária de trabalho

Neurodiversidade: ativistas questionam pioneirismo de Judy Singer

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)