3 de novembro de 2021

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Maria Elisa Zaia França, de 29 anos, criou um jogo de reconhecimento de expressões faciais inspirado no seu irmão, que é autista. O jogo foi criado em 2013, na universidade, e agora se tornou “Caras e Emoções”, vendido pela empresa Estrela.

“Durante a nossa pesquisa, aprendemos que o sucesso de um jogo para esse público mora nos detalhes. Cada pessoa autista é diferente, mas alguns padrões se repetiram e ajudaram no nosso processo de criação. Por exemplo, aprendemos logo no começo a fazer peças grandes, para auxiliar na coordenação motora. Também vimos que elas deveriam ser resistentes e com cores vivas”, disse ela ao UOL.

Publicidade
Livro: Autismo — Não espere, aja logo!
COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Disney lança novo sistema de acessibilidade em seus parques temáticos

Governo produz relatório sigiloso sobre avaliação da deficiência

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)