Por

Francisco Paiva Jr.

Editor-chefe da Revista Autismo, jornalista, empreendedor.

Facebook de Francisco Paiva Jr.Linkedin de Francisco Paiva Jr.Twitter de Francisco Paiva Jr.Instagram de Francisco Paiva Jr.Canal no Youtube de Francisco Paiva Jr.

Inclusão e protagonismo de PcD será tema de feira literária em SP

14 de junho de 2022Inclusão e protagonismo de PcD será tema de feira literária em SP — Canal Autismo / Revista AutismodivulgaçãoArthur Barros mostra seu mais novo lançamento: "A Dona Corujinha".

Tempo de Leitura: 3 minutos

Evento acontece em coworking familiar e recebe editora responsável por publicar o livro do escritor autista mais jovem do Brasil

Inclusão, protagonismo da pessoa com deficiência, respeito às diferenças e enfrentamento ao capacitismo. Com esses objetivos, o Materlap – coworking familiar, situado em Santana, Zona Norte de São Paulo (SP) — recebe a 1ª feira literária promovida pela ABarros Editora, no próximo dia 18 (sábado), das 10h às 14h. Será uma oportunidade para que mais pessoas conheçam os respectivos trabalhos e a importância de uma educação respeitosa desde a infância.

Academia do Autismo

Propósitos que se cruzam. Inaugurado em abril deste ano, o Materlap, que une trabalho, acolhimento e livre brincar, onde pais e responsáveis, sobretudo as mães, contam com apoio e estrutura para manter as atividades profissionais na companhia dos filhos, abre as portas para a ABarros Editora. A companhia foi criada em 2017, quando o casal Adriana, a Dricka, e Júnior Barros percebeu um sonho na mente do filho Arthur, diagnosticado com transtorno do espectro do autismo (TEA): ele tinha 12 anos quando se mostrou interessado em ser autor e ter livros publicados.

“Ele foi um bebê com altas habilidades. Começou a falar com 9 meses. Com 1 ano e 4 meses já estabelecia diálogos. Sempre foi muito curioso e autodidata, mas aos 3 anos se esqueceu de tudo que havia aprendido. Parou de andar. Parou de falar. Começaram algumas dificuldades de socialização, com períodos de apatia e de agressividade. O diagnóstico só veio com 5 anos e 8 meses, depois de muita procura e insistência médica e clínica. Não foi fácil também acertar uma escola para ele”, conta Dricka.

Inclusão e protagonismo de PcD será tema de feira literária em SP — Canal Autismo / Revista Autismo

Arthur Barros autografa uma de suas obras.

Arthur Barros

O escritor e ilustrador Arthur Barros, de 17 anos, com “A Dona Corujinha”, publicado em 2017, encabeça a lista de convidados da feira. Ele tem seis livros infantis publicados sobre a temática do autismo e foi premiado em 2021, pela Rank Brasil, como o mais jovem escritor autista a publicar um livro no Brasil  — além de ser o destaque da edição nº 17 da Revista Autismo, na sessão “Espectro Artista”.

Também estarão presentes Sandra Feitosa, professora e psicopedagoga, que assina “Tem alguma coisa estranha do armário… O que será?”; Mami Seguchi, japonesa erradicada no Brasil, mãe de um menino com síndrome de down, escritora do livro “Amor – Uma fadinha muito especial”; Lu Nagao, poetiza, Isabella Moreira, vice-presidente da Academia de Letras, Artes e Cultura do Brasil (ALAC-BR) e Marina Zirpoli, educadora parental e sócia-fundadora do Materlap.

“Ter acesso aos livros é fundamental para o desenvolvimento das crianças. Através deles, elas têm a imaginação estimulada, aprendem sobre novos universos e descobrem um mundo de possibilidades. É a partir das histórias, que muitas vezes temos a oportunidade de conversar com as crianças sobre diversas questões. Sobre sentimentos e emoções, sobre individualidade, gênero, crianças com deficiência, questões raciais e de gênero, educação sexual, etc. O trabalho da ABarros Editora nos ajuda nessa missão de conviver e respeitar. Tirar nossas crianças típicas da bolha é fundamental para criarmos adultos respeitosos e empáticos”, explica Marina.

“Esperamos que a feira proporcione momentos de troca de experiências, saberes e conhecimento entre os presentes. A Academia de Letras, Artes e Cultura do Brasil (ALAC-BR), sempre busca promover e incentivar ações de apoio a literatura, a cultura e a arte no Brasil e fora dele. E, buscamos sempre prestar um apoio inegável às causas sociais e humanitárias”, comenta Isabella.

Hoje, a Abarros Editora possui aproximadamente 30 autores, a maior parcela deles com deficiência ou que escreve sobre o tema. “A história de vida do Arthur se disseminou nas redes sociais e mais e mais pessoas
começaram a nos procurar. Temos escritores autistas, com paralisia cerebral, com deficiência física e motora que falam sim sobre deficiência, mas também falam sobre outros assuntos. Sobre amor, sobre família, dança, medos e anseios, conquistas. São histórias inspiradoras de pessoas que produzem, emocionam e são plenamente capazes”, enfatiza Dricka.

Serviço

  • Evento: 1ª Feira Literária da ABarros Editora
  • Data: 18.jun.2022 (sábado)
  • Horário: das 10h às 14h
  • Local: Materlap Coworking Familiar
  • Endereço: Rua Carlos Escobar, 277 – Santana, Zona Norte de SP
  • Mapa: veja o local no Google Maps

Compartilhe

Comentários

Rede de Estudantes pela Inclusão — Canal Autismo / Revista Autismo

Alunos apresentam ações de inclusão em SP

/
Por Paula Ayub
Rede de Estudantes pela Inclusão, do Instituto ComViver e SMPD…
O Mundo Autista discute autismo na terceira idade no 'Vozes da Maturidade' — Canal Autismo / Revista Autismo

O Mundo Autista discute autismo na terceira idade no ‘Vozes da Maturidade’

/
Por Redação do Canal Autismo
As jornalistas Selma Sueli Silva e Sophia Mendonça, responsáveis…
MPF recomenda a ANS para informar sobre o tratamento ilimitado de autistas - Canal Autismo / Revista AutismoCreative Commons

MPF recomenda a ANS para informar sobre o tratamento ilimitado de autistas

/
Por Franklin Façanha
A recomendação é que a agência dê ampla publicidade após…