3 de fevereiro de 2022

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Um estudo publicado em dezembro de 2021 por pesquisadores da Universidade Drexel, nos Estados Unidos, revela que comorbidades diagnosticadas em autistas, como esquizofrenia, hipertensão, diabetes e obesidades são mais comuns em autistas negros e latinos do que em autistas brancos. De acordo com o estudo, autistas negros também tem de 25 a 50% menos chances de serem diagnosticados com ansiedade e TOC.

Segundo Whitney Schott, principal condutor da pesquisa, os dados indicam que a desigualdade encontradas entre diferentes autistas precisa diminuir. “Fornecer apoio e divulgação necessários pode ajudar a diminuir a lacuna de saúde entre esses grupos historicamente mais vulneráveis”, disse ele em entrevista ao Spectrum News.

Publicidade
Matraquinha
COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Software de realidade virtual insere autistas em situações sociais

Ela só quer, só pensa em namorar, ela é autista

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)