20 de setembro de 2021

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Pesquisadores da Edge Hill University publicaram um estudo que analisa as diferenças do diagnóstico de autismo conforme a idade dos sujeitos diagnosticados. De acordo com a pesquisa, adultos autistas que receberam diagnóstico tardio tinham um nível mais baixo de qualidade de vida e mais traços autistas relacionados à idade. Os resultados qualitativos também indicaram que, apesar do diagnóstico tardio, um suporte profissional era fundamental.

O estudo foi publicado no Journal of Autism and Developmental Disorders e está aberto para leitura do público.

Publicidade
Matraquinha
COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

As habilidades adaptativas e o autismo

DF regulamenta atendimento prioritário para autistas em estabelecimentos

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)