11 de outubro de 2021

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Liza Pimentel é fotógrafa e mãe de uma criança autista que estuda na Escola Municipal de Tempo Integral Carolina Campelo, em Palmas. Em vídeo publicado no início deste mês, a mãe flagrou o filho sujo com fezes ao buscá-lo na escola.

De acordo com informações divulgadas pelo G1, o menino tem 6 anos de idade e começou a frequentar presencialmente a escola recentemente. Ele estava sozinho em uma sala, sujo com fezes. No vídeo, a mãe disse: “Ele é autista não verbal. Não permito isso e não é a primeira vez que isso acontece. É imperdoável numa escola desse tamanho”.

Publicidade
Livro: Autismo — Não espere, aja logo!

Em entrevista, ela afirmou que foi buscar o menino com 15 minutos de antecedência e os funcionários disseram apenas que ele estava em outra sala assistindo aula. “Estava cheio de cocô, comendo as próprias fezes. Todo sujo, as mãozinhas e todos os brinquedos também. Se não tomar cuidado ele come mesmo. Ele não tem noção de perigo e mesmo com dois cuidadores ele estava nessa situação. Fiquei em choque e comecei a chorar. Queriam me impedir de sair, mas fui no carro para filmar como ele foi encontrado”, contou.

A Secretaria Municipal de Educação de Palmas, por meio de comunicado, afirmou que um novo profissional seria treinado para a instituição e os dois cuidadores foram afastados.

COMPARTILHAR:

Canal Autismo é a maior plataforma de conteúdo a respeito de autismo da América Latina.

Meme Sincero: Os graus do autismo

Dia das Crianças

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)