1 de junho de 2023

Tempo de Leitura: < 1 minuto

Recebi o diagnóstico de autismo do meu filho em 2011.

Se você já acompanha esta coluna, deve conhecer o meu filho Gabriel, caso não o conheça, deixo o convite para que leia as edições anteriores.

Publicidade
Congresso Extraordinário

Desde março de 2019 eu compartilho nossas experiências em família, mas hoje resolvi falar sobre mim.

Nunca me achei o melhor pai do mundo, mas sempre procurei ser o melhor pai dentro das minhas possibilidades.

Logo que recebi o diagnóstico do meu filho, minha esposa e eu começamos a buscar terapias e acompanhar pelas redes sociais famílias que já tinham passado pelas experiências que estávamos vivendo naquele momento.

Mas infelizmente caímos na armadilha da comparação e como a Grazy diz:

— A comparação é o ladrão da felicidade.

A criança do post ao lado faz 40 horas semanais de terapia, a outra faz musicoterapia, e outra faz equoterapia e o meu faz apenas fonoaudiologia e psicologia.

De onde tiram tempo para acompanhar essa criança nas terapias? E se eu não conseguir proporcionar todas as terapias, meu filho vai regredir?

Até onde sei, as mesmas 24 horas do dia valem tanto para mim, quanto para elas.

Na internet, ninguém perde a paciência com as crianças, chora ou se sente só.

Já perdi a conta de quantas vezes me senti o pior pai do mundo.

Isso já me fez muito mal, não que eu esteja melhor, mas essas armadilhas não servem mais para mim.

Aprendi a duras penas que estou fazendo o possível dentro das minhas possibilidades e estou bem com isso.

Tenho que parar com essa auto cobrança exagerada, preciso estar bem para que seja possível cuidar da minha família.

Só preciso ser mais gentil comigo mesmo.

COMPARTILHAR:

Pai do Gabriel (que tem autismo) e da Thata, casado com a Grazy Yamuto, fundador da Adoção Brasil, criador do app matraquinha, autor e um grande sonhador.

Revista Autismo número 21 — índice

Amanda no Espectro

Publicidade
Assine a Revista Autismo
Assine a nossa Newsletter grátis
Clique aqui se você tem DISLEXIA (saiba mais aqui)